Trance, Noite, Público, Clash, Tomas
 
bf-icon

Sobre o Autor

le-site
Leandro Chemalle é fotógrafo de eventos e DJ há mais de 15 anos com experiência na cobertura dos maiores eventos e festivais do país como XXXPerience, Sonar, SkolBeats, Skol Sensation, Lolapalloza, SWU, Rock in Rio, São Paulo Fashion Week, Carnaval, , baladas e jogos universitários e eventos sociais. Chemalle é colaborador da DJ SOUND desde 2002 e criador do site BALADAFORTE.NET, um dos pioneiros do país no ar desde 1998. Hoje o BALADAFORTE é uma coluna do portal DJ SOUND e tem suas galerias de fotos publicadas na página BALADAFORTE no Facebook. 


Twitter: @baladaforte
Fan-page: BALADAFORTE

DJ SOUND no Facebook

User Menu

Erro
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
Primeira edição do Trance in Brazil bomba na Clash Club com Aly & Fila e Tomas Heredia PDF Imprimir E-mail
Escrito por Leandro Chemalle   
Dom, 12 de Maio de 2013 00:00
TIB

"Parecia um sonho". Foi assim que uma fã da dupla Aly&Fila descreveu a noite que rolou na Clash Club em São Paulo na última sexta-feira. Tratava-se da primeira edição do projeto TRANCE IN BRAZIL, que trouxe um dos maiores nomes do trance mundial, o DJ da dupla Aly & Fila e também Tomas Heredia, argentino que é uma das revelações do cenário trance, que já havia tocado na edição do ASOT600SAO, além dos brasileiros Sunset, Sourcee e Danilo Ercole.

Depois da histórica noite comandada por Armin Van Buuren no Espaço das Américas, ainda parecia difícil que noites exclusivamente de trance e progressive pudessem voltar a ocorrer em São Paulo. Após um árduo trabalho junto a managers e principalmente em busca de uma casa que topasse investir no estilo, finalmente a Clash Club abriu suas portas para receber um público cativo e fiel ao estilo, que ficou na casa até o fim da noite.

Veja mais fotos na fan-page do BALADAFORTE

A noite começou com o brasileiro Sourcee fazendo um belo warm-up para uma noite que encheu rápido, pois quando ele entregou a pista para Danilo Ercole, DJ também brasileiro e reconhecido no exterior (mais do que aqui no Brasil diga-se de passagem) que já assumiu batendo forte, com uma série de tracks conhecidas dos amantes do estilo. Em pouco tempo a pista já começava a ferver, com muitas mãos ao alto e clima esquentando, antes ainda das 02h00. Era nesse horário que o jovem Tomas Heredia chegava na Clash Club.

Às 02h05 o argentino revelação da turnê A State of Trance 600 assumiu os decks e veio uma sequência poderosa, cheia de hits, que levantou todo mundo. Trata-se de um jovem DJ que tem uma carreira extremamente promissora pela frente. Com apenas 20 anos, ele faz um set técnico, com mixagens perfeitas, tracks bem selecionadas, em uma evolução vista em poucos top DJs. Tomas foi responsável por tocar dois dos principais hits da turne ASOT600: "Fisherman & Hawkings - Apache" e "Armin & Markus Schultz - The Expedition".

TIB-bPouco depois das 03h30 foi a vez de Fadi Wassef, o Fila assumir a pista, sem paradinha, ele já iniciou virando em cima da última track de Tomas Heredia e ai foi só porrada, em uma sequência alucinante. Tocando várias faixas próprias, além de sucessos recentes da Armada. É difícil citar um ponto alto do set, uma vez que ele mostrou um carisma incrível, sempre interagindo com o público, pegando celulares na mão e lendo dezenas de recados e pedidos de tracks do público que estava coladinho na cabine.

Mas quem foi pode dizer que sem dúvida o ponto alto foi o long set, de mais de 3h30, muito mais do que todos esperavam. O Fila estava animado, e depois das 06h continuava mandando só balas, uma após a outra, para um público trancer que não deixava a pista por nenhum minuto. Até os funcionários da Clash se surpreenderam com o público que ainda enchia a casa até a última música de Aly & Fila. Na cartela de clássicos, teve direito até a Underworld... Um ponto que reparamos (e gostamos): nenhum dos 6 DJs da noite tocou com notebook, traktor e cia. Todos estavam com suas tracks em seus devidos pen-drives ou CDs em mãos.

Depois de um set bombástico ficou para o DJ Sunset encerrar a noite, que rapidamente se esvaziou, afinal, depois de mais de 7h ininterruptas de sets de trance alucinantes, só restou mesmo voltar para terra firme e ter a certeza que o "Amor(pela música) venceu o Medo"(dos produtores/donos de clubs) e que sim, nós temos Trance In Brazil.

PS: Nós tentamos viabilizar uma transmissão ao vivo da noite. Infelizmente não dispusemos de orçamento para realizar uma cobertura de qualidade(trata-se de um trabalho que sempre tem custos diretos, que não é valorizado por donos de clubs e que é difícil de ser patrocinado). Também contávamos com o suporte da casa, mas quando fomos montar o link, descobrimos que a casa não dispunha de cabo para nos entregar o som diretamente da mesa/mixer e fomos obrigados a captar o som ambiente, que claro, não ficou bom. Também pedimos, sem sucesso, mais luz para melhorar o video. Quem sabe na próxima conseguimos viabilizar uma transmissão de melhor qualidade. Agradecemos  e ficamos surpresos com os mais de 1000 acessos que tivemos ao longo da madrugada, para uma transmissão não anunciada antes do evento.

Última atualização em Ter, 14 de Maio de 2013 10:32
 

Mídia: Mag / Portal

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner