Erro
A BANDA MILITAR e a MÚSICA ELETRÔNICA Imprimir
Escrito por Raul Vax   
Qua, 27 de Maio de 2015 20:19

(ou de como o rei de 70 anos ouviu um hit da EDM no seu aniversário)

Recentemente, a "Banda Militar da Suécia"  tocou  em uma cerimônia oficial e carregada de significado - aniversário de 70 anos do rei Carl XVI Gustaf - o hit  (eletrônico) do "Swedish House Mafia - Don't You Worry Child !

Swedish House Mafia

Até ai nada demais, dirão alguns.

Uma fanfarra pode tocar o que quiser, sendo que normalmente são tocadas aquelas manjadas marchinhas militares em desfiles e paradas.

O fato de uma banda militar de um país (como a Suécia), tocar em um evento tão importante e tão formal (aniversário de 70 anos do rei), um hit da música eletrônica é de enorme significado para quem (como o autor desse artigo), está envolvido com a cena. Isso comprova a mudança de status da música eletrônica e o seu crescimento, que se deve em muito graças ao trabalho que vem sendo desenvolvido há alguns anos ao redor do mundo,  pelos DJs e produtores que alçaram a "Dance Music" ao patamar do Pop.

É evidente que os chatos de plantão vão reclamar - pra variar - que essa não é a essência da E-Music (sic).

Banda Militar da Suécia

Que o conceito é mais importante, etc. etc........

É óbvio que vão tentar  estimular o eterno UFC entre Underground   X   Main Stream !

Sempre existiu e sempre existirá esse saudosismo, o apego às "coisas de antigamente", essa vontade de desqualificar o novo, esse medo do moderno.

Com a música eletrônica não é diferente.

Apesar de toda a tecnologia que foi desenvolvida e disponibilizada para os DJs (que permite até que se toque "como antigamente", com discos  - time code -  de vinil), sempre haverá aqueles que irão torcer o nariz para a novidade e  o avanço.

Sempre haverá aqueles que enxergam na popularização da "Dance Music", uma séria ameaça aos conceitos da música eletrônica (se é que isso existe !).

Mas  o que importa de verdade é que - quer se queira, quer não se queira - a música eletrônica como um todo sai ganhando com essa super-exposição que ela vem tendo, e ai se beneficiam todos: gregos e troianos, edm e udg, sérios e fakes, profissionais e público, etc.

Última atualização em Qua, 27 de Maio de 2015 20:37