Lopes, Festa, Threstyle, Brasil, Muito
 

Publicidade Interna

Banner

Inscreva-se em nosso CANAL no YouTube

DJSound-Tube2

>> youtube.com/djsoundmag <<

Home Rio Control Nedu Lopes apresentando 3 respostas exclusivas para a Festa Base na Estação Leopoldina, RJ
Erro
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
  • Unable to load Cache Storage: utf-8
Nedu Lopes apresentando 3 respostas exclusivas para a Festa Base na Estação Leopoldina, RJ PDF Imprimir E-mail
Escrito por Ricardo Sarmiento   
Qui, 09 de Julho de 2015 18:58

DJ Nedu Lopes é uma das atrações da festa BASE, que acontece dia 18 Julho 2015 no Ri de Janeiro.

Nedu Lopes é mineiro, com pouco mais de 20 anos de carreira, e já se apresentou em 15 países.

Reconhecido pela qualidade técnica e versatilidade, pode tocar tanto em festas de Hip Hop quanto em raves de música eletrônica. 

Recentemente, Nedu Lopes participou como jurado do bi-campeonato da DJ Cinara no Red Bull Thre3Style

Fizemos 3 perguntas para Nedu Lopes, que será uma das atrações principais da festa BASE que acontece dia 18/07 na Estação Leopoldina, no Rio de Janeiro (mais detalhes aqui: https://www.facebook.com/events/1039494386061500/)

DJ Nedu Lopes

01 - Você é um DJ muito versátil e eclético.

Qual o estilo de som mais gosta de tocar e qual deles você acha que é o som que mais agita uma pista de dança?

Essa pergunta é difícil pra mim! Gosto de vários estilos, não consigo nem definir um que seja o preferido.

O que mais agita a pista, vai depender muito do estilo da festa.

Mas talvez os que mais tem funcionado nas festas por onde tenho tocado são o Trap e Rap.

DJ Nedu Lopes

02 - Conte um pouco sobre sua história no Red Bull Thre3Style?

Sobre seus campeonatos e a responsa de escolher recentemente um DJ brasileiro para concorrer em Tokyo.

O Thre3Style virou uma competição mundial a partir de 2010.

Eu fui campeão brasileiro em 2010, 11 e 12.

Nos mundiais fui 2º lugar em 2010 em Paris.

3º lugar em 2011 em Vancouver.

E 2º lugar em 2012 em Chicago. 

De 2013 pra cá passei a ser um dos jurados da competição no Brasil e tocar como convidado nos mundiais.

Tanto competindo quanto julgando, a responsa é grande, mas são bem diferentes.

Até sinto falta da adrenalina de competir, mas ser jurado também é muito legal e uma honra pra mim.

Este ano o KL Jay, Tamenpi e eu tivemos muito trabalho pra conseguir decidir quem seria o nosso representante.

O nível dos DJs foi alto e equilibrado.

Mas a Cinara acabou fazendo a diferença pela criatividade e riqueza do set e vai, pela segunda vez, representar o Brasil na gringa.

DJ Nedu Lopes

03 - Planos para o futuro: alguma novidade? Lançamento?

Tenho umas faixas pra terminar em parceria com uns amigos, o que espero fazer nos próximos meses. 

Sou residente de um projeto chamado Jambox, que tem trazido ao Brasil DJs do calibre de Jazzy Jeff, Grandmaster Flash e Skratch Bastid.

Este ano ainda vamos ter algumas edições que tenho certeza que vão fazer muita gente viajar pra SP pra conferir!

E outra quente é que este ano vai rolar uma pista nova, voltada pra Bass Music e Hip Hop, na maior festa rave do Brasil, na virada do ano!

Quem quiser saber mais pode acompanhar em nedulopes.com que em breve vou poder contar os detalhes. 

Ouça um set de Nedu Lopes:

https://soundcloud.com/djnedulopessets/dont-worry-be-hip-hop

Suporte Joca Vidal, Especial Rio de Janeiro para DJ Sound

Última atualização em Qui, 09 de Julho de 2015 19:17
 

Revista Digital Online

Conecte-se

Busca no site

Mídia: Mag / Portal

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

RIO CONTROL - Rodrigo Ardilha

Sobre o Autor
Rodrigo Ardilha: Tendo seu primeiro contato com a música na década de 90, Rodrigo Ardilha se apaixonou pelas batidas do House logo de cara. Aliado a técnica impecável seu carisma cativa a pista e faz com que o público sinta todo o prazer que ele tem de tocar. Hoje, figura entre os melhores DJs do Brasil e garante que ainda tem muito o que conquistar.
Com passagens por grandes clubs do Brasil, coleciona elogios e fãs por onde se apresenta. Em suas gigs procura assimilar a cultura local para que possa ter uma identificação maior com a pista e, um dos destaques do seu set, são ao mashups que faz com grandes sucessos locais com os maiores hits mundo afora.